Notícias

Fiscalização na faixa exclusiva da Alfredo Bufren começa na quinta-feira

Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

| 10/4/2019

A partir de quinta-feira (11/4), o motorista que for flagrado dirigindo na faixa exclusiva para ônibus da Alfredo Bufren e Amintas de Barros, no Centro da cidade, será multado. A medida começa a valer após duas semanas do início da faixa exclusiva em um trecho de 750 metros da via, sinalizada e indicada por placas de trânsito e pintura no pavimento.

Com início no cruzamento com a Rua Presidente Faria, ao lado do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, a faixa exclusiva para ônibus da Alfredo Bufren continua até a esquina com a Rua General Carneiro, quando a via já se chama Amintas de Barros.

“A fiscalização será feita da mesma forma como já ocorre nas outras seis faixas exclusivas para ônibus implantadas na cidade”, alerta a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella. Ela ressalta que as duas últimas semanas foram de adaptação ao motorista que circula pela rua.

Os veículos de passeio que precisarem acessar a garagem de um imóvel podem entrar na faixa exclusiva neste trecho. Quem precisar fazer a conversão à direita para as ruas transversais àquelas vias com faixas exclusivas pode acessar a faixa exclusiva na própria quadra em que for virar, no trecho sinalizado com linha tracejada pintada no asfalto.

Já quem desobedecer a sinalização poderá receber infração de trânsito de natureza gravíssima, prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A multa tem o valor de R$ 293,47 mais sete pontos na carteira de habilitação e a possibilidade de remoção do veículo.

A autuação está caracterizada no inciso III do artigo 184 do CTB: “transitar com o veículo na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros, salvo casos de força maior e com autorização do poder público competente”.

Vantagens

Os trechos com faixa exclusiva beneficiam passageiros de ônibus urbanos, metropolitanos e de turismo, além de táxis com passageiros, conforme prevê o decreto municipal 472/2016. A intenção é reduzir o tempo de deslocamento de quem utiliza o transporte coletivo, que é a prioridade no trânsito, como definido pelo Plano Diretor da cidade.

No caso da Alfredo Bufren, a mudança beneficia mais de 41 mil pessoas que, diariamente, utilizam uma das 13 linhas de ônibus que circulam pela região.

LEIA MAIS:

Categoria: Transporte Coletivo

Arquivos

Abril 2019
Março 2019
Fevereiro 2019
Janeiro 2019
Dezembro 2018
Novembro 2018
Outubro 2018
Setembro 2018
Agosto 2018
Julho 2018
Junho 2018
Maio 2018
Abril 2018
Março 2018
Fevereiro 2018
Janeiro 2018
Dezembro 2017
Novembro 2017
Outubro 2017
Setembro 2017
Agosto 2017
Julho 2017
Junho 2017
Maio 2017
Abril 2017
Março 2017
Fevereiro 2017
Janeiro 2017
Dezembro 2016
Novembro 2016
Junho 2016
Maio 2016
Abril 2016
Março 2016
Fevereiro 2016
Janeiro 2016
Dezembro 2015
Novembro 2015
Outubro 2015
Setembro 2015
Agosto 2015
Julho 2015
Junho 2015
Maio 2015
Abril 2015
Março 2015
Fevereiro 2015
Janeiro 2015
Dezembro 2014
Novembro 2014
Outubro 2014
Setembro 2014
Agosto 2014
Julho 2014
Junho 2014
Maio 2014
Abril 2014
Março 2014
Fevereiro 2014
Janeiro 2014
Dezembro 2013
Novembro 2013
Outubro 2013
Setembro 2013
Agosto 2013
Julho 2013
Junho 2013
Maio 2013
Abril 2013
Março 2013
Fevereiro 2013
Janeiro 2013
Dezembro 2012
Novembro 2012
Outubro 2012
Setembro 2012
Agosto 2012
Julho 2012