Seg, 26 de Junho de 2017

Dimensionamento da Frota

CRITÉRIOS TÉCNICOS UTILIZADOS PELA URBS PARA DIMENSIONAMENTO DA FROTA


- O sistema de transporte coletivo, exceto para linhas especiais, é dimensionado em função da demanda, número de passageiros a serem transportados e da capacidade máxima do veículo. Esta capacidade é a soma do número de assentos/lugares, mais uma quantidade pré-definida* do número de passageiros em pé - por metro quadrado - de área livre no interior do veículo, dados que variam conforme o tipo do veículo, podendo ser entre 40 (MICRO) e 250 passageiros (BIARTICULADO).

* A Lei Municipal 12597/08 define que para a RIT (Rede Integrada de Transporte Coletivo de Curitiba) a ocupação deve ser, no máximo, de seis passageiros por metro quadrado em pé.

- A URBS realiza avaliações periódicas verificando a quantidade de passageiros que se utilizam das linhas do transporte coletivo, por tipo de dia, útil, sábado e domingo, e por faixa horária de picos e entre picos. A definição do número de viagens ocorre a partir deste comparativo entre a oferta e o número de passageiros no período mínimo de uma hora. Com estes critérios, consideramos as seguintes capacidades máximas para os veículos:

 

dim_tabela1

 

- Exemplo; Para uma demanda de 1.100 (um mil e cem) passageiros/hora, utilizando-se de um veículo Padron cuja capacidade é de 110 passageiros, precisaremos de 10 viagens/hora. Este critério é aplicado para definir o número de viagens nos horários de pico. Fora desses horários, o critério é flexibilizado de modo a  manter uma frequência mínima de ônibus.

 

dim tabela2 

 

 dim tabela3