Notícias

Táxis adaptados melhoram serviço para pessoas com deficiência

Foto: Maurilio Cheli/SMCS

| 30/6/2014

O número de taxistas rodando na cidade não apenas aumentou – são 553 novos táxis em operação e 702 autorizados – como agora contam com melhorias de acessibilidade. A nova frota de táxi é formada por carros compartilhados, adaptados para transportar com segurança pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. 

Serão 20 táxis nessa condição para atendimento preferencial a pessoas com deficiência, sendo que cinco já estão em operação. Agora não é mais necessário que usuário seja retirado da cadeira para entrar no veículo. O carro tem piso rebaixado, rampa de acesso e espaço para que o passageiro viaje com segurança na própria cadeira de rodas, o que dá mais conforto e segurança.

Os veículos são identificados nas laterais e na parte traseira, pelo símbolo internacional de acesso. Além de mais segura, a viagem também será mais confortável, pois o usuário da cadeira de rodas fica na mesma altura dos demais ocupantes.Os taxistas do sistema passam por cursos específicos para oferecer um serviço de qualidade aos usuários.

“Curitiba agora terá táxis acessíveis para atender uma demanda que existe há muito tempo na cidade. Com isso, a pessoa com deficiência, que usa cadeira de rodas, passa a ter mais um modelo de transporte para garantir o seu direito de ir e vir com autonomia”, disse a secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdocimo.

O taxista Ronaldo José Ferreira, de 40 anos, está com seu carro novinho e pronto para trabalhar. Ele dirige táxi desde 1997, quando era o motorista auxiliar, e agora é o titular da autorização.

 “Consegui realizar um sonho. Acompanhei de perto a licitação que mudou a vida de muitos inclusive a minha”, disse Ferreira. “Sei da responsabilidade de oferecer um serviço mais humano e saber que estou fazendo parte de um momento histórico da cidade junto com os outros colegas que terão táxis acessíveis compartilhados”, comentou.

O táxi de número 1232, de propriedade de José Sidnei Teixeira da Silva, de 41 anos, está rodando na cidade desde o dia 28 de maio. Ele conta que chorou no primeiro chamado. “Não imaginei que minha primeira corrida seria para um usuário de cadeira de roda. Quando cheguei o filho da pessoa com deficiência me advertiu que ele mesmo carregaria a mãe para dentro do carro. Foi quando abri a porta do táxi e estendi a rampa e a mãe do jovem gritava de alegria dizendo que ele não precisava mais colocá-la no banco e dobrar a cadeira”, contou emocionado o taxista.

Teixeira da Silva disse que o investimento em um veículo adaptado ainda é relativamente alto e sugere que a indústria automobilística produza em linha esse tipo de carro. Só a adaptação custou em torno de R$ 25 mil.

Os veículos adaptados são atestados por responsável técnico regularmente inscrito pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PR) e, para serem aceitos no cadastro da Urbs, têm de estar em  conformidade com as normas da ABNT. Para atender a adaptação, o tanque de combustível tem sua capacidade reduzida para 40 litros; o sistema de escapamento tem sua posição alterada e é feita a troca de molas que elevam a traseira do carro.

Motorista com deficiência

Além do táxi compartilhado, Curitiba terá agora táxis nos quais o motorista é pessoa com deficiência. Nesse caso, o táxi fará atendimento convencional, a adaptação do carro é feita para atender as necessidades do motorista.

A licitação abriu 30 vagas para essa modalidade, mas apenas onze propostas foram apresentadas e, nesse caso, as vagas restantes foram destinadas ao sistema convencional. Até este momento, estão em operação oito táxis com motorista com deficiência física. Os demais ainda estão no processo da licitação.

A cidade tem ainda, na frota de táxi, quatro veículos Kombi, que fazem o transporte especial desde 1990. Elas são equipadas com rampas e elevadores e também adaptadas para transportar os usuários de cadeira de roda.

Esta é a primeira ampliação da frota de táxi dos últimos 40 anos em Curitiba. São 750 novas autorizações, o que amplia a frota de 2.252 para 3.002 táxis.

Categoria: Táxi

Arquivos

Julho 2020
Junho 2020
Maio 2020
Abril 2020
Março 2020
Fevereiro 2020
Janeiro 2020
Dezembro 2019
Novembro 2019
Outubro 2019
Setembro 2019
Agosto 2019
Julho 2019
Junho 2019
Maio 2019
Abril 2019
Março 2019
Fevereiro 2019
Janeiro 2019
Dezembro 2018
Novembro 2018
Outubro 2018
Setembro 2018
Agosto 2018
Julho 2018
Junho 2018
Maio 2018
Abril 2018
Março 2018
Fevereiro 2018
Janeiro 2018
Dezembro 2017
Novembro 2017
Outubro 2017
Setembro 2017
Agosto 2017
Julho 2017
Junho 2017
Maio 2017
Abril 2017
Março 2017
Fevereiro 2017
Janeiro 2017
Dezembro 2016
Novembro 2016
Junho 2016
Maio 2016
Abril 2016
Março 2016
Fevereiro 2016
Janeiro 2016
Dezembro 2015
Novembro 2015
Outubro 2015
Setembro 2015
Agosto 2015
Julho 2015
Junho 2015
Maio 2015
Abril 2015
Março 2015
Fevereiro 2015
Janeiro 2015
Dezembro 2014
Novembro 2014
Outubro 2014
Setembro 2014
Agosto 2014
Julho 2014
Junho 2014
Maio 2014
Abril 2014
Março 2014
Fevereiro 2014
Janeiro 2014
Dezembro 2013
Novembro 2013
Outubro 2013
Setembro 2013
Agosto 2013
Julho 2013
Junho 2013
Maio 2013
Abril 2013
Março 2013
Fevereiro 2013
Janeiro 2013
Dezembro 2012
Novembro 2012
Outubro 2012
Setembro 2012
Agosto 2012
Julho 2012