Notícias

Prefeitura recupera pavimento de canaletas de ônibus danificado pelo calor

oto: Lucilia Guimarães/SMCS

| 5/2/2019

A Prefeitura de Curitiba iniciou nesta terça-feira (5/2) uma nova fase da recuperação do pavimento das canaletas de transporte coletivo. As altas temperaturas registradas nas últimas semanas, com máximas acima dos 30ºC, diminuíram a rigidez da camada de asfalto e nas imediações das estações-tudo, onde os ônibus têm que frear e parar para a entrada e saída de passageiros, vincos foram abertos causando desconforto para as pessoas que utilizam os coletivos. 

Os serviços começaram a ser executados na estação-tubo Carlos Dietzch, sentido Portão, na Avenida República Argentina. Em dois dias os trabalhos serão concluídos e, ainda nesta semana, será feito o conserto do pavimento nas proximidades da estação-tubo Vital Brasil, também na Avenida República Argentina. “A Prefeitura realiza um trabalho constante de manutenção nas canaletas e o último serviço havia sido feito há 180 dias. O calor intenso no mês de janeiro, com dias registrando temperaturas perto dos 35ºC, apressou esta nova fase de obras. Logo o pavimento estará totalmente recuperado”, disse o engenheiro civil João Carlos Vidal Filho, superintendente de Manutenção Urbana da Secretaria do Governo Municipal.

De acordo com o engenheiro, durante as próximas três semanas, seguindo pelas avenidas Sete de Setembro (na altura da Praça Eufrásio Correia), República Argentina e Winston Churchill, os pontos com pavimento danificado serão recuperados por meio do processo de fresagem (retirada da camada danificada), limpeza e recolocação de uma nova capa de asfáltica. “Os ônibus pesam 41 toneladas e têm a capacidade de transportar 250 passageiros. São veículos pesados, que freiam e aceleram com intensidade justamente nesses pontos próximos às estações-tudo. É normal que piso sofra desgaste, se deforme, e tenha que passar por reparos”, explicou Vidal Filho.

Estudos 

O superintendente de manutenção urbana da Secretaria Municipal de Governo apontou que o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e a Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs) estão desenvolvendo estudos para realizar o desalinhamento das estações-tubo e a substituição do material que compõe o pavimento dos pontos de parada do transporte coletivo. “A utilização de outro tipo de material deve garantir maior resistência e diminuir a necessidade de frequente manutenção do pavimento. As pesquisas estão sendo feitas”, disse Vidal Filho.

Categoria: Transporte Coletivo

Arquivos

Agosto 2019
Julho 2019
Junho 2019
Maio 2019
Abril 2019
Março 2019
Fevereiro 2019
Janeiro 2019
Dezembro 2018
Novembro 2018
Outubro 2018
Setembro 2018
Agosto 2018
Julho 2018
Junho 2018
Maio 2018
Abril 2018
Março 2018
Fevereiro 2018
Janeiro 2018
Dezembro 2017
Novembro 2017
Outubro 2017
Setembro 2017
Agosto 2017
Julho 2017
Junho 2017
Maio 2017
Abril 2017
Março 2017
Fevereiro 2017
Janeiro 2017
Dezembro 2016
Novembro 2016
Junho 2016
Maio 2016
Abril 2016
Março 2016
Fevereiro 2016
Janeiro 2016
Dezembro 2015
Novembro 2015
Outubro 2015
Setembro 2015
Agosto 2015
Julho 2015
Junho 2015
Maio 2015
Abril 2015
Março 2015
Fevereiro 2015
Janeiro 2015
Dezembro 2014
Novembro 2014
Outubro 2014
Setembro 2014
Agosto 2014
Julho 2014
Junho 2014
Maio 2014
Abril 2014
Março 2014
Fevereiro 2014
Janeiro 2014
Dezembro 2013
Novembro 2013
Outubro 2013
Setembro 2013
Agosto 2013
Julho 2013
Junho 2013
Maio 2013
Abril 2013
Março 2013
Fevereiro 2013
Janeiro 2013
Dezembro 2012
Novembro 2012
Outubro 2012
Setembro 2012
Agosto 2012
Julho 2012