Notícias

Novos táxis de Curitiba têm operação controlada por chips e emitem recibos a usuários

Maurilio Cheli/SMCS

| 11/8/2014

Até o fim deste ano, todos os táxis de Curitiba contarão obrigatoriamente com aparelhos de GPS, que facilitam e agilizam a localização de origem e destino de uma corrida, além de impressoras embutidas nos taxímetros, que emitem recibos aos usuários sempre que solicitado.

A medida vale para todos os táxis em circulação, sendo que os 750 novos em operação, frutos da licitação realizada pela Prefeitura, estão operando com impressora embutida no taxímetro.

Curitiba é a única capital brasileira que tem os veículos de aluguel de passageiros com taxímetros controlados por chips, que pré-programam as cobranças de corridas feitas com bandeira 1 e bandeira 2, em horários e datas também pré-definidas.

"A segurança vale tanto para o taxista, que não pode fazer qualquer alteração do taxímetro manualmente, como para o usuário do táxi, que dispõe de um meio seguro de realizar uma corrida sabendo, de antemão, que bandeira está em uso", explica o gestor da Área de Táxi da Urbs, José Carlos Gomes Pereira Filho.

Essa medida faz parte do plano de governo da atual gestão, dentro do programa Curitiba Mais Inteligente, que busca a inovação para melhorar e otimizar os serviços públicos.

As impressoras de recibos fornecem, além das características do táxi, data, hora e o valor da corrida, bem como a eventual cobrança de até 30% de acréscimo, se essa corrida foi além dos limites do município de Curitiba, e ainda a eventual cobrança de bagagem extra. É o caso comum para trânsito até o aeroporto de São José dos Pinhais.

Depois de adquirir o taxímetro em um dos pontos de venda credenciados pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), o aparelho é instalado em uma das três oficinas também credenciadas pelo Ipem, nas quais previamente é instalado o chip contendo informações como a cobrança da bandeira 1 - nos dias úteis, das 6h às 20 horas -; da bandeira 2 - também nos dias úteis, das 20h às 6 horas, bem como a partir das 13 horas de sábados, no período integral até as 6 horas da segunda-feira seguinte.

O chip está programado para que a bandeira 2 seja cobrada durante todo o mês de dezembro, quando, conforme legislação municipal, essa cobrança é autorizada a título de um 13º salário, bem como durante os feriados oficiais, municipal e nacionais.

Nas oficinas, os taxímetros são instalados com autorização da Urbs, mas antes de os táxis entrarem em circulação, devem retornar ao Ipem para aferição do equipamento.

Categoria: Táxi

Arquivos

Julho 2020
Junho 2020
Maio 2020
Abril 2020
Março 2020
Fevereiro 2020
Janeiro 2020
Dezembro 2019
Novembro 2019
Outubro 2019
Setembro 2019
Agosto 2019
Julho 2019
Junho 2019
Maio 2019
Abril 2019
Março 2019
Fevereiro 2019
Janeiro 2019
Dezembro 2018
Novembro 2018
Outubro 2018
Setembro 2018
Agosto 2018
Julho 2018
Junho 2018
Maio 2018
Abril 2018
Março 2018
Fevereiro 2018
Janeiro 2018
Dezembro 2017
Novembro 2017
Outubro 2017
Setembro 2017
Agosto 2017
Julho 2017
Junho 2017
Maio 2017
Abril 2017
Março 2017
Fevereiro 2017
Janeiro 2017
Dezembro 2016
Novembro 2016
Junho 2016
Maio 2016
Abril 2016
Março 2016
Fevereiro 2016
Janeiro 2016
Dezembro 2015
Novembro 2015
Outubro 2015
Setembro 2015
Agosto 2015
Julho 2015
Junho 2015
Maio 2015
Abril 2015
Março 2015
Fevereiro 2015
Janeiro 2015
Dezembro 2014
Novembro 2014
Outubro 2014
Setembro 2014
Agosto 2014
Julho 2014
Junho 2014
Maio 2014
Abril 2014
Março 2014
Fevereiro 2014
Janeiro 2014
Dezembro 2013
Novembro 2013
Outubro 2013
Setembro 2013
Agosto 2013
Julho 2013
Junho 2013
Maio 2013
Abril 2013
Março 2013
Fevereiro 2013
Janeiro 2013
Dezembro 2012
Novembro 2012
Outubro 2012
Setembro 2012
Agosto 2012
Julho 2012